ACONTECEU

TURNÊ MONJA COEN

22 de novembro de 2019

Palestra Monja Coen O que aprendi com o silêncio 

Palestra da Monja Coen Roshi no dia 22 de Novembro em Recife 


No dia 22 de Novembro de 2019, às 20h, a Monja Coen Roshi faz uma Palestra Especial no Teatro RioMar. E o tema será o silêncio. 


Atualmente, sons e ruídos estão mais e mais ocupando espaços na nossa mente, os estímulos estão maiores e mais freqüentes, mantemos a televisão, o rádio, computador e celulares ligados o tempo todo e procurar por esses estímulos é valorizado e incentivado na nossa cultura. O ser humano atual não pode estar a parte do que está acontecendo, não pode estar desatualizado e tão pouco vazio de sensações sob pena de ser pouco valorizado pelas pessoas de seu convívio. Este estado de grande captação de estímulos sobrecarrega o nosso sistema nervoso e nos consome energia que por vezes se esvai de forma rápida e constante, nos causando cansaço e dor. 


Mas temos o ruído interior que pode nos causar o mesmo nível de incômodo. As vozes da nossa mente podem ocupar os mesmos espaços que os estímulos externos e, da mesma forma nos causar cansaço e dor. “Ter momentos de silêncio nos ajuda a deixar esses ruídos interiores passarem sem que nos apeguemos a eles. A prática do zazen (meditação sentada) nos leva a criar esse espaço e esses momentos” cita a Monja Coen. 


Nós temos por hábito falar e comentar, nos entreter com sons e imagens, fugindo do encontro profundo com a realidade, assim criamos realidades falsas sobre a realidade verdadeira. “Queremos acreditar em nossas fantasias e nos incomoda o silêncio que permite penetrar no real e cancelar o falso. São armadilhas da mente humana.” Cita a monja. Buda dizia que "a mente humana deve ser mais temida que cobras venenosas e assaltantes vingadores." “Por isso é necessário conhecê-la. Conhecer a própria mente. Para isso há o caminho do silêncio. O caminho de aquietar as oscilações mentais.” Completa a Monja Coen. 


“Assim precisamos ter como hábito reservar momentos de silêncio”, afirma a Monja Coen. Estar em silêncio não significa que devamos nos isolar totalmente de tudo que nos cerca, significa sim nos prepararmos para filtrar as sensações que nos chegam e separar momentos para que a nossa mente possa desfrutar do silêncio. A mente está ligada o tempo todo, mas entre pensamentos há espaços vazios e não estamos acostumados a observar esse vazio. 


“Quando silenciamos podemos ouvir melhor. Quando silenciamos podemos sentir melhor. Quando silenciamos nos permitimos banhar por todos os sons e por todas as formas. Mais difícil do que o silêncio da boca, das palavras, dos sons emitidos é o silêncio interno, o silêncio da mente.” Completa a monja. 


A Monja Coen ainda cita um dos ensinamentos de Buda para reforçar a importância destes momentos, “Os ávidos por companhia sofrem dificuldades por excesso de companhia, assim como a árvore corre o risco de murchar se muitos pássaros viverem nela.” 


“O silêncio e o som são como uma caixa e sua tampa. O excesso de informações, de estímulos, nos faz esquecer da pausa, da doçura do silenciar, do aquietar.” Finaliza a Monja Coen roshi. Aos 71 anos de idade, Monja Coen Roshi é uma das líderes espirituais mais respeitadas e carismáticas do país. Os ingressos de suas palestras se esgotam com antecedência, e seus vídeos do Canal MOVA no YouTube têm milhares de visualizações. 

 

Monja Coen Roshi é missionária oficial da tradição Soto Shu do Zen Budismo e primaz fundadora da Comunidade Zen Budista Zendo Brasil. Foi ordenada monja em 1983. Após viver 12 anos no Japão, retornou ao Brasil para liderar, durante seis anos, as atividades do Templo Busshinji, sede da tradição Soto Shu da América do Sul. Em 2001 fundou a Comunidade Zen Budista, com sede no Templo Tenzui Zenji, no bairro do Pacaembu em São Paulo. 

 

Orienta grupos afiliados no Rio Grande do Sul, DF, Paraíba, Rio de Janeiro e interior de São Paulo (Ribeirão Preto). Participa de diversas atividades públicas, incluindo encontros inter-religiosos, buscando promover o princípio da não violência ativa e da cultura de paz. Autora dos livros "Viva Zen, "Sempre Zen", "Palavras do Darma ", "A Sabedoria da Transformação", "108 Contos e Parábolas Orientais", "O Monge e o Touro", “O sofrimento é opcional”, “Zen para distraídos”, “O inferno somos nós (com Leandro Karnal), A monja e o professor (com Clóvis de Barros Filho). Mais informações nos sites www.monjacoen.com.br, www.zendobrasil.org.br. A Monja Coen apresenta semanalmente um programa na Radio Mundial - Momento Zen, as segundas feiras das 19h30 às 19h55 www.radiomundial.com.br - facelive e também gravado. 


“Somos a vida da terra, estamos todos interligados...tudo o que fazemos, pensamos e falamos mexe com a teia da vida (...)” Monja Coen Roshi 


AGENDA

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber nossa newsletter e participar de promoções.

NOME:

EMAIL:

REDES SOCIAIS

ALVARÁ

ATESTADO DE REGULARIDADE DO CORPO DE BOMBEIROS
PROTOCOLO Nº 1910100101274
VALIDADE: 16/08/2020